Periodização Nutricional

Vamos falar de periodização? VAMOS!

Sei que tem muita gente que ainda associa o termo “periodizar” a atividade física e isso não está errado, porém periodização não se limita apenas ao seu treino. Ou você ainda acredita que hipertrofia, emagrecimento e performance são conquistados a base do frango com batata doce?

A periodização nutricional nada mais é do que levar em consideração o objetivo de cada atleta de acordo com a intensidade de seu treino.
Nossa Nutricionista, Luciana Peixoto fala um pouco sobre estratégias de performance:

Um protocolo que tem sido bastante utilizado é o “training low”, que é uma dieta com baixa disponibilidade ou ingestão de carboidratos durante o período de treino. Seguindo esse método temos observado resultados significantes na área esportiva, pois estimula adaptações durante o treino; com isso uma grande melhora no rendimento já que há redução de gordura corporal e melhoria da oxidação.

Outra estratégia é o “training high”, a proposta é a seguinte: o atleta entra no treino com os estoques musculares e hepáticos cheios de glicogênio. Ou seja, ele fará um treino com alta disponibilidade de carboidratos o que é essencial para manter a qualidade do exercício, principalmente quando falamos em treinos de longa duração.

Perceberam que são dois protocolos completamente diferentes, mas com o objetivo de aumento de performance em comum?
Periodização nutricional é individualizada, e é muito importante para a evolução dos seus objetivos. Por isso dietas da moda NÃO devem ser seguidas sem acompanhamento de um Nutricionista.

Nosso atleta Tiago Tuleski conta um pouco sobre a sua experiência com a periodização feita pela nossa nutri, Luciana Peixoto.

Tenho 33 anos e pratico crossfit há pouco mais de três anos e meio. Iniciei acompanhamento nutricional há quatro meses e desde então venho notado muitas mudanças, tanto de condicionamento físico quanto visuais em meu corpo.
Quando comecei o acompanhamento eu pesava aproximadamente 76kg e tinha um percentual de gordura na casa dos 16%. Meu cardio é horrível e meus PRs eram bem baixos.
Hoje estou com 75,8 kgs, quase não tive mudança em meu peso, porém meu percentual de gordura caiu para 8% e tive um ganho de quase 2kg de massa magra. Além disso tudo, minha performance melhorou muito, o cardio está bem melhor do que antes e bati todos os meus PRs mais de uma vez.

Sinto que melhorando a técnica continuarei atingindo novas marcas, porque força está sobrando. Meus exercícios ginásticos melhoraram muito também nesse período.
Todos esses ganhos de performance e estéticos eu devo a minha nutricionista Lu Peixoto, se não fosse pelas dietas que ela monta pra mim eu não teria evoluído tanto em tão pouco tempo.
Nosso último trabalho foi voltado para o Team Challenge e e pude perceber que tive um rendimento muito bom em todos os WOD. Agora estamos com um trabalho focado no ganho de força, já que o próximo campeonato será o maior desafio esportivo que já encarei na minha vida. Com certeza teremos sucesso!

Leia também:

Pirâmide do CrossFit

Lu Peixoto: Dicas valiosas de nutrição para o Team Challenge

10 Razões para praticar CrossFit

Comente

Leia também

  • Saiba Mais
    CrossFit Open Games 2018
    Open Games começa amanhã, e você, já fez sua inscrição? Não sabe do que estou falando? Então da um pause no que você está fazendo...
  • Saiba Mais
    DICAS DE RECUPERAÇÃO MUSCULAR
    Fez um treino pesadão e está com dor muscular? Ou então iniciou agora no CrossFit e está sentindo um certo desconforto? Então este post...

001 / Mercês

Av. Manoel Ribas, 2658, Barracão 7 e 8
Curitiba PR

41 3524.3300

barigui01@crossfitbarigui.com.br

002 / Juvevê

Rua Augusto Stresser, 1619
Curitiba PR

41 3149.0202

barigui02@crossfitbarigui.com.br

crossfit-journal crossfit-kids
icone-certificacoes

Confira nossas Certificações