Bem-estar   Nosso Box   Saúde em Foco  

Motivos para fazer liberação miofascial

Motivos para fazer liberação miofascial

Você sabe o que é liberação miofascial? Talvez pelo nome você não tenha ideia do que significa, mas com certeza você já usou o rolinho para passar na lombar depois daquele treino pesado de deadlift.

MIO = MÚSCULO + FÁSCIA = TÉCIDO CONECTIVO

A fáscia é a membrana do tecido conjuntivo localizada logo abaixo da pele, é como se fosse uma capa que protege os músculos do nosso corpo. Quando sofre lesões dificulta nossos movimentos, pois atrapalha o trabalho muscular.

Mas o que pode gerar lesões na fáscia?

  • Aquele WOD super intenso, que fazemos muito rápido ou muito pesado;
  • Prática esportiva não supervisionada;
  • Maus hábitos posturais. Ex: sentar de qualquer jeito.
  • Padrão de movimento incorreto. – Um dos motivos pelos quais nossos coaches exigem tanta técnica;
  • Estresse e desgaste emocional. Geralmente são aquelas tensões que temos entre pescoço e trapézio.

Como forma de protesto do nosso corpo, todo esse estresse vira nódulos, que são chamados de pontos gatilhos. Eles acumulam toxinas que alteram a coordenação, flexibilidade e força muscular.

E é a ai que entra a liberação miofascial, para impedir que forme nódulos em nossas fáceas e nos atrapalhem, não somente durante nossos treinos, mas também no nosso dia-a-dia.

Os benefícios são muitos:

  • Libera as tensões e dores musculares crônicas. Exemplo clássico, a canelite, inflamação muito comum entre atletas.
  • Melhora movimento das articulações e a flexibilidade;
  • Modifica a distribuição da massa muscular;
  • Melhora a circulação e a respiração;
  • Promove mudanças progressivas nos níveis físicos e emocionais;
  • Previne lesões;
  • Aumenta a consciência corporal;
  • Promove maior mobilidade e amplitude de movimento;

Tudo isso pois aumenta a oxigenação muscular.

Nenhum esporte lesiona se o atleta tem uma boa percepção de seu corpo. ”Ficar ligado aos sinais”, oferecendo o máximo de conforto e segurança, deixando os músculos livres de impedimentos ou dores, protegendo sempre e afastar possíveis lesões é essencial para manter o rendimento. (Eliane Sydor, Ichiban Therapy)

Para fazer a liberação miofascial você tem duas opções:

Ajuda de um profissional, pode ser fisioterapeuta ou massoterapeuta. É uma liberação mais completa, pois respeita a estrutura muscular e drena melhor as toxinas, como o excesso de ácido lático. Essa liberação pode ser feita manualmente ou através de ventosas.

Para quem prefere uma opção mais rápida, existe a auto liberação e você pode fazer imediatamente após o treino.

Você pode utilizar um rolo, que trabalha quase todos os grupamentos do corpo.

Bolinha de lacrosse para a planta do pé e parte posterior do corpo.

Barra ou bastão, para a parte do quadríceps.

O importante é não deixar essas pequenas inflamações chegaram a níveis críticos, pois prejudicam sua evolução nos treinos e podem causar lesões pelo acumulo de toxinas.

Comente

Leia também

  • Imagem utilizada em um dos posts de blog em CrossNews do site da Crossfit Barigui.
    Saiba Mais
    10 Razões para Praticar CrossFit
    Com todas as novas tendências apontando para um estilo de vida mais saudável, é bem provável que você conheça alguém que treine CrossFit. Não?...
  • Imagem utilizada em um dos posts de blog em CrossNews do site da Crossfit Barigui.
    Saiba Mais
    Entrevista | Luca Barcik Glaser
    Triatleta desde 1999 e destaque no Mundial de Triathlon na Suíça em 2006, Luca Barcik Glaser conta pra gente sobre sua paixão pelo crossfit....

001 / Mercês

Av. Manoel Ribas, 2658, Barracão 7 e 8
Curitiba PR

41 3524.3300

barigui01@crossfitbarigui.com.br

002 / Juvevê

Rua Augusto Stresser, 1619
Curitiba PR

41 3149.0202

barigui02@crossfitbarigui.com.br

crossfit-journal crossfit-kids
icone-certificacoes

Confira nossas Certificações